O que é um coquetel e como devo organizá-los?

'Sou secretária nova de uma empresa que sempre oferece coquetéis em qualquer evento e me sinto despreparada para fazer isso. O que é um coquetel e como devo organizá-los?

Histórias não comprovadas dizem que a palavra cocktail nasceu quando alguém misturou algumas bebidas mexendo-as com uma pena do rabo (tail) de um galo (cock). Adaptada ao nosso idioma, a palavra já consagrada em dicionários é 'coquetel'.

Refere-se ao resultado da mistura de bebidas alcoólicas e ingredientes como açúcar, gelo, suco de frutas, tudo em dosagem experimentada por especialistas que fazem dele, hoje, uma arte mágica. Como lemos no livro 'O coquetel e sua arte', de Anjel Ojea, , 'o coquetel é uma alquimia de cores e sabores' ... 'é a poesia do álcool, com o perfume sutil de uma rosa e a essência de uma vibração e de uma sensação agradáveis'.

Por extensão, a palavra também se refere a um tipo de reunião informal onde devem imperar a alegria, a confraternização, o incentivo às boas relações interpessoais. É uma excelente oportunidade para conhecer pessoas e trocar informações e cartões profissionais. Sobre este tipo de evento é que falaremos aqui.

Ao organizar um coquetel é preciso considerar alguns aspectos:

1) objetivo claro - Sempre existe um motivo que deve ser declarado aos convidados em convite impresso ou verbalmente: lançamento de livro ou disco, abertura de exposição, confraternização, boas-vindas ou despedida, homenagem etc.

2) patrocínio - Deve ser oferecido por pessoa física ou jurídica e não 'por adesão'. Quem está convidando é que paga.

3) convidados - A critério de quem convida. Grupos menores, mais homogêneos. Maiores, podem ser mais heterogêneos. Convites impressos que pedem confirmação de presença devem ser respondidos dentro de quarenta e oito horas. Se a resposta for negativa acrescenta-se, com gentileza, a razão que impede a ida.

4) horário - Em geral o coquetel acontece após o horário de trabalho. São suficientes duas horas de duração. Pode-se ampliar por mais trinta minutos o serviço. Depois disso, os anfitriões não têm mais obrigação de servir bebidas e alimentos. Como convidado, respeite o horário estabelecido no convite: não saia após a hora estipulada para o final do encontro.

5) local - Procure um espaço onde as pessoas fiquem próximas, na mesma sala, e coloque poucos assentos para que elas fiquem em pé e se movimentem entre os grupos. Só coloque mesas de apoio, sem cadeiras à sua volta. Circulem, circulem, circulem ... pois não é adequado monopolizar a atenção de alguém o tempo todo. 

6) comidas e bebidas - O serviço deve ser volante, isto é, garçons e/ou copeiros circulando entre as pessoas para servi-las.

A bebida coquetel, que deu nome a este tipo de reunião, raramente é servida de forma individualizada pois idealmente precisaria de um barman especialista, preparando com cuidado cada copo artesanalmente, o que é difícil em reuniões de grande porte.

Serve-se vinho, champanhe, uisque e coquetéis preparados em quantidade maior. Sem álcool: coquetéis de frutas, sucos, refrigerantes e água mineral com e sem gás.

As comidas devem ser pequenas para serem colocadas inteiras na boca, de uma só vez.

As pessoas se servem de apenas uma peça, segurando-a diretamente com a ponta dos dedos polegar, indicador e médio. Na outra mão segura o copo e um pequeno guardanapo para limpar os dedos. Frutas secas podem ser postas em vasilhas sobre mesas de apoio. O mais deve ser oferecido pelos copeiros e garçons: pequenos sanduíches, empadas, pastéis, croquetes, quiches, queijos, azeitonas, torradas com patês etc. Pegam-se as azeitonas também com os dedos para levá-las à boca. Se elas tiverem caroço, este deve ser retirado da boca com a mão e colocado em recipiente apropriado, que deverá estar sobre as mesas de apoio.

7) música - Sempre em volume mais baixo que as vozes, seja gravação ou ao vivo, quando estiver apenas como fundo musical. Se ela for o motivo principal do evento, pede-se atenção durante sua apresentação, que não deve ser muito longa.

Estas são algumas sugestões, detalhes importantes que, somados ao bom humor e à alegria de quem recebe, colaboram para o sucesso do encontro.